Parar de beber tem sido seu desafio? Confira algumas dicas para te ajudar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest

Você pode até pensar: quero parar de beber. Mas, como fazer isso quando é algo que se obtém facilmente em mãos e todo mundo quase o tempo está consumindo e oferecendo para você? Veja aqui algumas dicas. 

📌 Os problemas de beber demais

Incluir um pouco de álcool na vida normal pode aumentar o risco de ataque cardíaco e diabetes tipo 2.

Mesmo em níveis baixos, o álcool pode interferir no sono, turvar o julgamento, contribuir para o ganho de peso e interagir negativamente com alguns medicamentos. 

Sabe-se também que apenas uma bebida por dia aumenta rapidamente o risco de câncer de mama em mulheres.

Quanto mais você bebe, maiores são os riscos.

De acordo com o Instituto Nacional sobre Abuso de Álcool e Alcoolismo nos Estados Unidos, as pessoas que bebem muito têm risco aumentado de lesão, têm filhos com defeitos congênitos e têm problemas de saúde, incluindo doenças do fígado, coração, depressão, derrame e vários tipos de câncer.

Beber muito também pode dificultar o controle das condições existentes, como diabetes e pressão alta.

Mesmo nos casos em que a ingestão de álcool não corresponde necessariamente à definição do que chamamos coloquialmente de ‘alcoólatra’ (ou seja, alguém que é considerado ‘viciado’), o consumo excessivo pode aumentar os riscos para a saúde.

Se você já queria parar de beber, agora, tem mais razões para começar fazer isso agora. Se não pretendia, é bom reavaliar os ganhos que tem com o consumo de álcool.

2.Como parar de beber

Quando você admite que tem problema com bebida dá o passo mais fundamental para resolver a questão.

Se você reconhece e tomou a decisão de parar beber por qualquer motivo tem de observar alguns aspectos.

3.Mantenha um registro do que você bebe

Fazer isso pode ser uma ferramenta muito útil para entender o quanto você está bebendo e, portanto, estar ciente dos seus padrões.

O simples ato de registrar o que você bebe pode ajudar a consumir menos álcool até conseguir parar definitivamente. Esse registro muda o comportamento de uma certa maneira.

Provavelmente, você beba três copos ao invés de cinco, quando anotar.

Também é importante saber se você está calculando com precisão a quantidade de álcool que consome.

Uma pessoa pode registrar três bebidas, mas são três copos padrões de 44 ​​mililitros de álcool, ou são maiores? Saber o que conta como “uma bebida padrão” pode ajuda a determinar seu consumo com precisão.

4.Defina limites

Tente diminuir lentamente a quantidade de bebidas que você consome até alcançar sua meta de parar de beber, dependendo do seu ponto de partida.

Reduzir significa duas bebidas ao invés de três e uma no lugar de dois. Depois diminuir a quantidade de dias que ingere álcool.

Enquanto isso, observe que quantidade menor de álcool que pode melhorar seu o sono ou diminuir as inibições para consumir alimentos não saudáveis, por exemplo.

Isso trará mais forças para continuar.

5.Designe dias de abstinência

Você pode decidir que segunda e sexta-feira são dias “sem álcool”.

Isso pode ajudar a provar que pode conseguir isso, até chegar ao ponto poder parar de beber.

6.Não beba álcool em casa

Fora da vista, muitas vezes significa fora da mente. Se você não vê, você não pensa sobre nisso.

Tente manter distância de qualquer tipo de bebida alcoólica e não deixe nenhuma em casa, para poder parar de beber o mais rápido possível.

7.Bebidas alternativas em ambientes sociais

Limite a quantidade alternando bebidas com álcool com água mineral simples.

Isso pode manter você hidratado e ajudar a parar de beber.

Solicitar um coquetel sem álcool em um restaurante ou simplesmente pedir um suco de limão ou outra fruta pode fazer você querer parar de beber bebida alcoólica.

Isso também pode ajudar a esconder o fato de que você não está bebendo tanto quanto todos os outros, se sentir alguma “pressão social”.

8.Coma enquanto você bebe

Comer antes de beber pode ajudar a diminuir a absorção de álcool e também pode fazer com que você se sinta mais satisfeito, então você pode beber menos.

9.Evite tentações e gatilhos

Evite situações em que normalmente bebem.

Ao invés disso, passe o tempo fazendo coisas que você gosta, como ir passear ou participar de eventos onde o álcool não é a atração principal.

Se você não puder evitar um evento específico ou uma situação em que possa sentir vontade de beber, planeje evitar voltar aos antigos padrões.

Se um determinado momento do dia desencadeia o impulso ou o desejo, planeje fazer outra coisa durante esse período, como ligar para um amigo, ir à academia ou tomar um banho.

10.Use suplemento natural

Para tratar o desejo de beber tem o suplemento natural DrinkOff
A ansiedade em tomar uma bebida alcoólica poderá até ser eliminada com esse produto, graças os componentes naturais que tem.

Com a ansiedade e a compulsão por beber controlada será mais fácil lidar com as situações em que há maior tentação em ingerir álcool.

📌 Quando procurar ajuda?

Se essas dicas comportamentais não ajudarem você a alcançar o resultado desejado, considere procurar a ajuda de um profissional com experiência em problemas de abuso de substâncias.

Geralmente, esses padrões se desenvolveram em uma ou duas décadas… é por isso que é importante reconhecer esses padrões e tentar criar um novo relacionamento com o álcool.

Em muitos casos querer parar de beber exige muito trabalho e comprometimento. 

A medicação é outra opção para alguns.

Por exemplo, a naltrexona ou o topiramato são remédios que tendem a ser prescritos para o individuo consumir menos, porque interferem na sensação de gratificação do álcool.

Esse medicamento é utilizado em casos extremos.

Se qual for o seu caso e você queira parar de beber é importante que envolva amigos ou familiares que apoiem ​​seus objetivos e não sejam duros com você mesmo se você tropeçar.

Quando você falha ou não atinge seus objetivos, a tentação é se entregar, no entanto é importante reconhecer que mudar um padrão de comportamento leva algum tempo para se modificar e apenas estar no processo de mudança já é bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php