Como se livrar do álcool: aprenda agora a driblar o vício

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest

Não é fácil se livrar do álcool, principalmente se você está muito habituado a beber, mas é possível. Você apenas tem que dar o primeiro passo…

📌 Grande desafio, mas não invencível

O alcoolismo é com certeza o vício mais difícil de suprimir que existe.

Em primeiro lugar, porque a síndrome de abstinência pode até matar a pessoa se ela não for feita de forma controlada por especialistas e pouco a pouco, e em segundo lugar, porque mesmo quando a pessoa deixa o vício e se torna abstinente. 

É muito fácil recair, porque o álcool é uma droga muito acessível e barata.

Por exemplo, comprar drogas pesadas como a heroína ou a cocaína é caro e difícil de encontrar, no entanto, encontramos bebidas alcoólicas em um bar de cada esquina e a um preço baixo. É preciso força de vontade e uma mudança radical no seu estilo de vida.

Primeiros passos como se livrar do álcool

Se você reconheceu que tem um vício e decidiu parar de beber de uma vez por todas…

Parabéns! Você já fez a coisa mais importante, reconhece o problema e tomou uma decisão. Agora veja estão algumas dicas de como se livrar do álcool.

1.Nunca tente sozinho 

Se você está com dependência química há muito tempo, é essencial que você não faça isso sozinho, é muito perigoso devido à síndrome de abstinência.

A melhor coisa é buscar um tratamento que pode ser ambulatorial ou em casa. 

Você também pode entrar em contato com associações que são dedicadas a isso e que podem lidar com seu caso com baixo ou sem custos.

Se você não estiver disposto a essas formas de tratamento, peça ao menos a um médico que ofereça soluções diferentes. 

Muito provavelmente, você será encaminhado para a psiquiatria e que prescreverá medicamentos psicotrópicos que podem ajudar a controlar a síndrome de abstinência.

Os mais comuns são os benzodiazepínicos que amortecem os sintomas ansiosos.

2. Concentre-se e comprometa-se 

É importante que você reflita sobre sua vida e valorize todas as vantagens que você obterá quando se livrar do álcool como um estilo de vida saudável tanto física quanto psicologicamente.

Também faça uma lista de tudo que for negativo e que você não terá que se preocupar quando se livrar do álcool e coloque em um lugar visível da sua casa.

Também é conveniente que você leia pelo menos uma vez por dia todas as consequências negativas que o álcool tem no seu corpo, você ficará surpreso em saber a quantidade de doenças diretamente relacionadas ao alcoolismo.

3.Para se livrar do álcool você só tem que dar o primeiro passo

Diga a todas as pessoas importantes em sua vida a decisão que você tomou para que elas possam ajudar. Isso também aumentará seu nível de comprometimento.

Você também deve ir deixando a bebida pouco a pouco, primeiro reduzindo o consumo até chegar um momento em que você definitivamente deverá parar.

Crie metas realistas para conseguir isso.

4.Faça uma limpeza geral

Remova todos os tipos de álcool da sua casa, não procure por pretextos para manter uma única lata ou garrafa.

Há pessoas que dão a desculpa de que, se vier visita deve poder oferecer pelo menos uma cerveja. Esqueça!

Se os seus convidados forem importantes o suficiente para você, eles entenderão que você não tem bebidas alcoólicas em casa.

Ofereça outros tipos de líquidos, como refrigerantes ou sucos.

5.Considere entrar em uma associação do tipo Alcoólicos Anônimos

É uma ajuda muito benéfica, porque você conhecerá pessoas em situação semelhante à sua.

Isso ajuda você a ter uma perspectiva do problema e um colega será designado como “padrinho”, com quem você pode contar caso queira desabafar ou pedir ajuda.

Com um grupo de apoio, o percentual de sucesso é superior a 80%, comparado a apenas 25% daqueles que tentam se livrar do álcool por conta própria.

6.Mudança nas relações sociais

Muitos que bebem excessivamente terão que fechar um capítulo de sua vida e deixar por um tempo as antigas amizades.

Isso não quer dizer que você nunca mais vai ver essas pessoas novamente, mas tenha em mente que, pelo menos durante um período, é recomendável evitá-las. 

Se você se acostumar a beber com certa pessoa, você voltará a ter desejos quando vê-las de novo, porque por muito tempo associou essa pessoa à bebida.

Algo semelhante acontece com ex-fumantes quando eles se encontram com amigos com quem costumavam fumar, eles se sentem mais ansiosos para retornar ao vício.

Explique a situação e se seu amigo realmente se importar com você, ele vai entender e apoiar você de longe.

Depois de um tempo e quando você perceber que tem mais força, você pode voltar para retomar a amizade.

Procure o contato de quem não vai estimular você a beber.

Por outro lado, não tente “transformar” essas pessoas em abstêmios, porque tentar convencer alguém a se livrar do álcool quando não está ciente de que há um problema é como dizer para um indivíduo que tem claustrofobia para entrar em um pequeno elevador. 

A melhor maneira de ajudar é demonstrar com o tempo o quanto você está bem depois que organizou sua vida, porque eles podem começar a se interessar se você se livrar do álcool, sua saúde melhorará enormemente.

7.Ocupe seu tempo livre

É importante que você comece a procurar atividades ou hobbies para ocupar o tempo e evitar recaídas. Tente recuperar as coisas de que você gostava ou tente descobrir novas coisas que preencham seu dia.

Esses hobbies devem preencher principalmente os momentos que estava consumindo bebida. Você poderá fazer exercícios em casa mesmo, por exemplo.

Pense em passatempos que dê algum prazer a você, mesmo que desenhar não lhe traga nenhuma vantagem e até pareça perda de tempo, se te faz feliz, não ignore e dedique-se a essa prática. 

8.Suplementos Naturais

Para diminuir a ansiedade e compulsão para beber, você pode tomar suplementos naturais.
O drinkOff é um dos mais populares desse gênero de produto que até os médicos recomendam para diminuir o desejo de querer beber.

Consumir esse suplemento é uma boa ideia, porque mesmo que você inicie um tratamento as chances de você ficar tentado a entrar no primeiro bar que encontrar em uma esquina são grandes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php