Adesivo Para Parar de Fumar Realmente Funciona? Descubra Aqui!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest

Hoje aqui no blog Sem Vício você irá descobrir se o adesivo para parar de fumar funciona realmente.

Se trata de um adesivo de nicotina utilizado para fornecer ao fumante uma dose da substância mais viciante do cigarro sem o perigo das outras substâncias que são mais nocivas, como o alcatrão e o monóxido de carbono. Dessa forma, ocorre a diminuição das crises de abstinência, retirando a nicotina aos poucos durante o processo para parar de fumar.

O adesivo apresenta menos efeitos colaterais desagradáveis. Ele é colocado sobre a pele em qualquer parte do corpo para ir liberando nicotina sem interrupções por 24 horas, com o pico de absorção entre quatro e nove horas depois da aplicação.

📌 Como funciona o adesivo para parar de fumar?

O adesivo deve ser usado sobre a pele em qualquer parte do corpo. Dessa forma, a nicotina é liberada durante 24 horas, com alta absorção entre quatro e nove horas após o contato com a pele.

📌 Como usar o adesivo para parar de fumar?

O adesivo para parar de fumar precisa ser colado na pele em uma parte sem pelos e que não fique sob a exposição ao sol. Ele deve ser utilizado por 24 horas, sendo recomendável colocar o adesivo ao acordar e tirar depois.

O tempo de uso pode variar de dois a três meses, de acordo com a intensidade da dependência de quem utiliza. Há adesivos de 21, 14 e 7 mg, mas o mais comum é a redução da em 7 mg após cada quatro semanas. Tudo depende da tolerância à abstinência, que deve ser avaliada pelo médico.

Existem orientações básicas de como usar os adesivos. Na maioria das vezes seguem o tratamento por 12 semanas com um esquema de dosagens:

Nas primeiras 4 semanas, o uso dos adesivos deve ser de 21 mg. Da 5 a 8 semana o uso de adesivos deve ser 14 mg e a partir da 9 semana os adesivos precisam de uma aplicação de 7 mg.

Quem pontua de 5 e 7 pontos no Teste de Fagerström ou fumam mais de 10 cigarros por dia precisa fazer um tratamento por oito semanas, começando com uma dosagem menor. Nas primeiras 4 semanas o uso de adesivos indicado é 14 mg por dia. Após 4 semanas a dosagem deve diminuir para 7 mg.

Tudo depende da quantidade de cigarros que a pessoa fuma por dia.

📌 Efeitos colaterais do uso de adesivo

O efeito colateral mais comum é a aparição de irritações na pele que podem suspender o uso. Porém, é muito difícil que isso ocorra.

Contraindicações no uso do adesivo para parar de fumar

Os adesivos são contraindicados para mulheres que estão grávidas ou amamentando. Também, não é recomendável para pessoas com doenças de pele que impedem a aplicação, como, por exemplo, psoríase e dermatite de contato, ou que e recuperam nos primeiros 15 dias após um infarto.

Não há muitas contraindicações durante a terapia para a reposição de nicotina, pois continuar fumando é muito prejudicial. Os especialistas afirmam que mesmo as pessoas que tem algumas doenças cardíacas ou mulheres que estejam grávidas podem usar o adesivo, pois não há nenhuma comprovação de que o tratamento ofereça riscos para a saúde do feto.

Mas, existem pequenas que mostram uma ligação a relação. As substâncias podem modificar a expressão dos genes dentro das células, o que aumenta a probabilidade do câncer.

📌 Quando e para quem é indicado o uso do adesivo para parar de fumar

O uso é ideal para pessoas com um alto nível de dependência, como o caso de quem tenha pontuado acima de cinco no teste de Teste de Fagerström, ou que tenham um histórico de síndrome de abstinência quando a pessoa fica sem poder fumar. No geral, são pessoas que fumam menos de 10 cigarros por dia.

Os adesivos podem ser usados para todas pessoas indicadas para o tratamento de um modo geral. Mesmo pessoas que fumam menos cigarros podem usar o adesivo para parar de fumar, conforme a própria necessidade.

📌 Vantagens e desvantagens no uso do adesivo

Os resultados e pesquisas realizados mostram a eficácia do adesivo para parar de fumar, mas que não seja feito de uma hora para outra. É importante estabelecer um tempo médio, definidos conforme a estética e uma quantidade geral, de cerca de até seis meses para que o corpo se adapte para ficar sem o cigarro ou a nicotina, podendo finalizar o tratamento com o adesivo.

O adesivo para parar de fumar pode ser melhor aproveitado quando aliado a outros fatores. O organismo consegue se acostumar mais rápido a mudança como uma nova alimentação ou exercícios físicos no dia a dia.

Com o uso do adesivo para parar de fumar, controlam a nicotina durante o dia, proporcionam mais equilíbrio ao fumante. Um ponto positivo é que as pessoas não sentem gosto nenhum, precisando apenas lembrar ao longo do dia.

A terapia com o uso de adesivo para parar de fumar tem a vantagem de só repor a nicotina, impedindo o fumante de ficar em contato com outras substâncias nocivas dentro do tabaco, porém vai diminuindo as crises de abstinência, com a nicotina é reduzida de forma gradual. Sem o risco de o paciente ficar viciado no adesivo ou em qualquer outra forma de terapia.

A desvantagem está no uso do adesivo ao longo do dia e nos riscos de ter alergias na pele.

 

parar de fumar

📌 Antifumo Natural – SUMIFUN

Os adesivos para parar de fumar naturais são os melhores para vencer o vício
Parar de fumar não é fácil e tratamentos sem comprovação podem acarretar em prejuízos para o corpo.

Este adesivo adota a terapia transdermal, usando ingredientes que penetram na pele e agem no sistema nervoso sensitivo, ajudando com efeitos colaterais da abstinência.

Com ele, a troca é a cada 4 horas, com diminuição na dosagem. Em sua composição há óleos extraídos de plantas naturais. O Antifumo Natural – SUMIFUN é a melhor escolha no mercado para parar de fumar.

Ele pode ser comprado no https://www.pare-de-fumar.com/.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

css.php